Os estilos de um logotipo

Confira neste artigo os 05 estilos em que um logotipo pode ser desenvolvido:

Lettermark

Esse formato apresenta os logotipos que destacam as letras iniciais ou as abreviações das marcas. É um tipo simplista e muito usado por empresas com nomes grandes, compostos, generalistas e/ou difíceis de serem memorizados pelo público.

Casos conhecidos de marcas que usando esse tipo de logotipo são a IBM (International Business Machines), a EA (Eletronic Arts Sports), a CNN (Cable News Network) e a rede de escolas de idioma CNA (Cultural Norte Americano).



Perceba que, nesse estilo, o que é destacado são as abreviações. Elas são desenhadas de forma estilizada e não são acompanhadas por símbolos ou ícones. O uso de lettermarks também se justifica pela economia de espaço que elas geram ao serem usadas em materiais publicitários.


Símbolo ou ícone

Nesse formato, as empresas ou as marcas abrem mão de qualquer tipo de texto para serem representadas por um símbolo visual. Pode parecer simples, mas a escolha por esse modelo deve ser muito bem planejada. Afinal, assim que o consumidor bater o olho no símbolo, ele deverá, automaticamente, associá-lo à marca em questão. Marcas como a Microsoft, Apple, Shell e Firefox conseguiram esse feito. Aliás, esse tipo de logotipo costuma funcionar melhor com empresas globais.



Caso você trabalhe com um negócio que ainda esteja dando seus primeiros passos, será mais difícil para o público fazer a ligação entre ícone e marca. Esse formato é ainda mais sucinto que o lettermark e também é uma opção boa para empresas com nomes complicados de serem lembrados ou que possuem alguma abreviação que gere duplo sentido.


Wordmark

O wordmark é um tipo em que apenas o nome da empresa, da marca ou do produto é usado como logo. Esse logotipo geralmente utiliza uma fonte única e personalizada para a marca representada. Por exemplo: se você reparar na tipografia de Coca-Cola sendo usada para escrever outra palavra, talvez fará a associação com a marca de refrigerantes. Outras empresas que fazem o uso do wordmark são a Sony, Google, Disney e Canon. Note que elas possuem nomes fortes, expressivos e difíceis de serem esquecidos pelo público.



Esses logos são mais minimalistas e capazes de comunicar clara e rapidamente o nome da marca e o que ela representa.



Combination mark

Nesse estilo, são combinados textos e símbolos para formar um logotipo. Esse é um dos formatos mais utilizados no mundo, e não é difícil entender essa popularidade, já que o mesmo logo carrega 2 fontes de reconhecimento de marca. Quer alguns exemplos? Veja o caso da Adidas. Você facilmente reconhece a empresa apenas pela tipografia do seu nome, pelas 3 barras características do logo e, claro, pela combinação dos 2 elementos.

A propósito, as marcas que utilizam esse modelo costumam separar os seus componentes quando a situação exigir. Por exemplo: pode ser que a Adidas prefira apenas usar o seu símbolo para estampar camisas ou tênis esportivos.



Outras marcas famosas que usam o combination mark são a Amazon, Dove e Lacoste. Perceba que os nomes das empresas aparecem em cima, embaixo ou ao lado dos ícones. Outro ponto que devemos analisar nesse tipo é que, apesar de ser mais complexo de montar, ele é mais versátil para combinar os elementos visuais e textuais, ou seja, permite uma criatividade maior no seu desenho. O combination mark é um estilo interessante para empresas menores, pois com mais componentes gráficos, fica mais fácil de se distinguir das demais marcas.



Emblema

Por último, temos o emblema. Ele é bastante parecido com o modelo destacado no tópico anterior. Enquanto os textos e símbolos se complementam no combination mark, aqui, o nome ou a abreviatura da empresa é inserida dentro do ícone gráfico. Trata-se de um formato em que todos os elementos estão integrados em um único emblema. Isso torna o design mais compacto e útil para ser impresso em materiais publicitários menores.

No entanto, é preciso ter cuidado com o desenho desse tipo, já que o nome da empresa precisa ficar legível dentro do emblema. Clubes de futebol, selos e organizações governamentais são exemplos de instituições que fazem uso constante desse estilo de logotipo. Além deles, algumas marcas conhecidas também se apropriam desse formato, como a Ford, Nivea, Lego e Brahma.



Independentemente do estilo adotado, é fundamental conhecer as características de cada um para que o logotipo atenda as demandas das empresas que por ele são representadas.

Um formato combina melhor para quem possui nomes que chamam a atenção; outro funciona bem para empresas com nomes mais extensos; outro tipo é mais minimalista; e 2 modelos combinam ou integram componentes para expressar melhor os valores de uma marca.

Enfim, analise cada tipo de logotipo e veja como eles conversam com o público e se fazem a sua marca ser destacada e reconhecida facilmente no mercado.

Fonte: https://rockcontent.com/br/blog/tipos-de-logotipo/


408 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo